Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Extermínio de Pensamentos

"Happiness only real when shared"-Christopher McCandless

Extermínio de Pensamentos

"Happiness only real when shared"-Christopher McCandless

13
Dez15

Madrugando

Terminatora

Bom... isto não me acontece muitas vezes.. só quando tenho que sair para trabalhar mais cedo. E que reina me dá, que nem dormi três horas, e já não consigo voltar a pregar olho!!! (Acordei 4.30h) Embora tenha pensamentos turbilhados aqui pa dentro, não me tiram o sono...

Bom...já tomei uma caneca de café... hão-de se seguir mais algumas.. senão, não aguento até às 23h..... Vida a minha.

29
Nov15

Retorno

Terminatora

Bom... há quanto tempo não cá venho, não leio nem escrevo.

Estes últimos meses têm sido, além de atarefados, cansativos.

       De momento nem sei sobre o que escrever... Houve momentos em que desejei ter o computador à mão, ou um papel e uma caneta,para despejar toda a raiva ou desespero que sentia! Só que depois, acalmava-me e passava-me essa vontade... muito estranho.

 

     Estive semanas sem sair, em que a rotina seria só trabalho, casa, trabalho. E é-me muito difícil falar daquilo que realmente me atormenta com qualquer pessoa...aliás, nem pode ser com qualquer pessoa!! Porque, eu até confio cada vez menos nas pessoas que me rodeiam.

Vejo inveja em todo o lado. Manipulação sempre que me volto. Desprezo e calculismo atrás de mim. Frieza e maldade à minha volta...no fundo, só querem saber se és uma máquina ou não..

     É...!! Qualquer dia temos que nos fazer de máquina, estou eu a ver! Frio e sem sentimentos ou reacção! Não se pode mostrar aquilo que realmente se sente! Não se pode dizer as verdades às pessoas, porque são mais antigas que tu! Têm mais sabedoria, mais experiência, são as que mandam, ou tu aturas elas, ou então calas-te e comes aquilo que dizem. Porque não se lhes pode fazer nenhuma observação!!! Não se lhes pode dizer uma opinião, ou se nos tratam mal, responder no mesmo tom! Não podes, porque não tens esse direito, porque os mais velhos é que sabem, e somente eles podem te tratar abaixo de cão, e tu escravo comes e calas!!!!

    Aaaarrrgghhhhh! São uns bestas imaturos! 50 anos? Sabem muito da vida? São os expert no trabalho que fazem? Ahahahah Deixem-me rir.... com atitudes tão infantins, que só me faz pensar que, por vezes estou num infantário (Não faço porque ele também não faz, ou Não lhe dou porque fui eu que fiz (embora tenha, para dar e vender)....) alguns pequeníssimos exemplos, porque há deles muito mais específicos, mas que a explicação para os quais levaria mais outro post.

     Que nervos esta gentalha me dá. É por isso que o país está tão doente. Infectado com esta corja nojenta de efectivos que julgam que não têm que fazer nada, não têm que colaborar nada, que não têm que trabalhar em equipa, que são os donos daquela merda toda!

    Os mais novos?! Esses que façam tudo o que eles querem, estão ali para isso... Os velhos, estão aqui para passear... Então se assim é...reformem-se!! Há muita gente nova que quer trabalhar... mas com equipas maduras...de verdade. Não com pessoas com 50 e tais...com comportamentos de criança!!!

 

 

Dizia eu no início que nem sabia do que falar....

 

25
Ago15

Vida de sacrifício

Terminatora

Enquanto jovens, queremos ter independência. Não queremos que nossos pais nos controlem mais, não queremos ter que dizer quando vamos ou não chegar a casa. Não queremos ter que estudar mais. Queremos trabalhar!

Queremos ter o nosso próprio dinheiro, a nossa própria independência, a nossa própria vida.

Depois chegamos ao ponto, em que estamos sempre a trocar de trabalho. O dinheiro é pouco, pagar carro, gasolina, outras coisas. Vamos adiando a nossa saúde. Trabalhamos mais horas... pelo mesmo dinheiro. A saúde sempre para baixo. Não temos tempo e também já não temos dinheiro.

Quando estávamos em casa de nossos pais, eles cuidavam de nós. Levavam-nos ao médico. Não nos faltava nada...

Agora trabalhamos para ter uns tostões, para poder sobreviver. Queremos arranjar casa, mas não temos como. E estamos a ficar cada vez mais cansados, mais doentes.

Cada passo agora dado, parece ser caminhar em cima de pedras pontiagudas. Pegar em algo mais pesado, é um martírio! Chegamos ao fim do dia esgotados, sem forças, sem ânimo.

Onde está o desejo pela independência? Onde está aquele espírito rebelde? Só queríamos ter férias...por tempo indeterminado, com tudo pago e recuperar a nossa saúde...

Pois bem, queremos crescer tão rápido, que o mais importante fica para trás. Agora não conseguimos aproveitar a vida. Somos uns tristes e cansados, destinados a ficar de baixa uma grande parte da vida, para poder recuperar o que o trabalho e a teimosia tirou.

O ser humano é tão contraditório... Não sabe o que quer, e quando sabe o que quer, não consegue meios para obter.

26
Mai15

Planos

Terminatora

Durante uma boa parte da vida, perdemo-nos em sonhos e planos para nós. Para os outros. Para o Mundo.

Perdemo-nos de tal forma, que à medida que vamos vivendo, acordamos para a realidade. Os planos nem sempre correm como foram traçados inicialmente. Os sonhos...permanecem sonhos. Mas ainda assim, o sonhar, o planear, continua lá. Insistentemente, continuamos a sonhar, a planear. Vivendo como se tudo fosse um dia acabar da forma que desejamos.

O ser humano consegue ser tão idiota. Consegue acreditar em coisas que transcendem qualquer realidade.

Vivo pensando, para que serviu tanto plano? Para que foram todos aqueles sonhos? Porquê perder tempo com planos?

Porra tens quase 30 anos.... chega de planear!! Chega de esperar por realizações que não acontecem! Os outros não se importam com os teus sonhos, ou com os teus desejos! Aquilo que planeias, ou será para ti; ou não será!

É por isso que não acredito mais em sonhos. Não acredito mais em planos. A vida não é como se vê. Aquilo que vemos, é o que queremos crer. Aquilo em que eu cri, não mais é a realidade. Só quero crer no presente. Na verdade, sem máscaras, sem filmes, sem mentiras. Porque o presente é o único que nos dá uma certeza. É o único plano que temos. É nele que devemos concentrar nossas energias e nossos pensamentos.

Jogo fora tudo aquilo em que eu cri até ao momento. Apenas creio no agora, e é no agora que vou viver.  

06
Mai15

Os outros

Terminatora

Lembro-me ainda, do primeiro dia de trabalho. Lembro-me do primeiro ano de trabalho e os seguintes. Quão ingénua eu era! E quão malcriadas as pessoas eram! Fiquei em choque inicialmente! 

Julgo que não se pode pedir muito, de quem nunca foi habituado a respeitar outros. De quem nunca parou para pensar, nas consequências dos seus actos. De quem é egoísta e calculista. Manipulador!

 

Acontece que, a ingenuidade perdeu-se quase toda. Perdeu-se a minha crença, de que as pessoas não fazem mal umas às outras. Em trabalho, todos trabalham em equipa! Todos remam para o mesmo sentido! (Só se for em sonhos!!) Tornei-me outra pessoa. Tive que aprender a dizer umas piadas para não ser a carrancuda, ou besta.

Lá tive que aprender a desconversar à moda de "vilhão"! Mas nem assim agradava. Nem trabalhando árduamente, nem me sujeitando a tudo o que pediam, se valorizaram.

Calava-me a tudo.

 

Mas isso acabou. Não tenho culpa de serem iletrados, idiotas e palermas! Se não sabem falar com as pessoas, voltem à escola! Escória nojenta com que este país está cheio! Ainda culpam os salários, os políticos, as despesas por todos os males existentes? Olhem só como vocês se comportam! Tenham vergonha!

Nunca fizerm o bem ao colega, sem algo para se beneficiar em vista! Vingativos como são, nunca hão-de evoluir! Mete-me nojo gente assim. E repugna-me, furiosamente, ter que encarar pessoas assim!! Manipuladoras e calculistas.   

Cansei-me de ser a boazinha, faz tudo para agradar sem reclamar. Faz os favores todos para que ninguém se chateie. Acabou!

Acabou e não tenho a mínima paciência para lidar com gente infantil! Os únicos ensinamentos que tirei de adultos com os quais trabalhei, foi o que NÃO fazer! Porque nunca me ensinaram nada de jeito! 

Acham mesmo que prejudicando os outros é que se dão bem? Acham mesmo que são felizes fazendo o mal a toda a hora? Não são!

Pois tanto que não são, que têm que se vingar em alguém. Têm que descarregar a fúria de terem uma vida inútil e insignificante em cima dos colegas. 

A minha fúria chega a ser tanta, que se tivesse um saco de boxe, julgo que não duraria uma semana! 

 

06
Mai15

Explosão

Terminatora

Ultimamente, não se pode esperar muito de mim. 

Ora bem, ora assim assim. Ora rio, ora explodo. 

 

E só uma pessoa entende aquilo que passo... o resto exige-me trabalho. Exige-me rapidez. Exige-me rendimento. Exige atenção. Exige carinho. Exige amor. 

Não tenho nada para dar. Nada.

 

Não me peçam nada que nada tenho para dar! Dêem espaço porra! Calem-se de uma vez! 

 

23
Abr15

Quem mais chora, mais mama!

Terminatora

Quem mais chora mais mama! Já toda a população continental, intercontinental e talvez Mundial o diz! De outras formas, concerteza. À maneira deles.

Gosto de ver pessoas lamuriarem-se das suas vidas insignificantes e pequeninas, como se fossem Torres Eiffeis de problemas. Gosto de apreciar o quão bestas conseguem ser. lá conseguem elas enganar uma dúzia ou talvez mais de pessoas à sua volta. Oh coitadinha! (dizem os outros) Calma que isso há-de melhorar! Isto é assim a vida!! O que é que se vai fazer?! É só problemas só problemas… ai a minha vida, já não sei o que faça!!  

No entanto, suas bestas! Passam a vida a maltratar os colegas, as outras pessoas, a mentir, até à própria família! E querem ter uma vida sem problemas?!»?!?!?!?!??!??!?! oh minhas grandes bestas! Problemas têm as pessoas que sempre foram correctas, honestas, simpáticas e humildes. E às quais a vida nem sempre sorri e no entanto conseguem levar o dia a dia com uma certa alegria, até contagiante. E damos por nós a pensar, como será que consegue?

Conheço casos assim. Pessoas a quem nunca devia de acontecer nada de mal. Que não mereciam que lhes acontecesse nada de mal na vida. Mas que infeliz(ou feliz)mente têm uma carga de trabalhos todos os dias. E todos os dias suas vidas passa a correr por si e mal têm tempo de desfrutar um belo pôr do sol, ou até mesmo o sol em si. Seus filhos…sua casa…sua mulher/marido. Dizem que Deus dá, as batalhas mais difíceis aos seus melhores guerreiros. Enfim. Mas no entanto estes pelindras de merdinha, vêm com suas lamúrias…que as consultas médicas são um absurdo! A medicação é um absurdo! Oh, mas comprei um telemóvel de 225€! (Ahahahahahahhah!! Tás a gozar comigo certo?!)

Então não tas cheio de problemas? A tua vida não é uma merda? Cheia de preocupações? Com contas atrás de contas pa pagar? Despesas e mais despesas? E que não consegues chegar com um tostão ao fim do mês na conta? Eh pá… rebobina lá isso outra vez!

Adorooooo ouvi-los a chorar! Adoroooo e depois saem-se com estas! Ahahahaha é melhor que uma comédia!

Oh pá! São os maiores a sério! E fico eu a pensar.. como conseguem eles, serem tão frios e indiferentes aos outros. Serem tão manipuladores e mentirosos. Como conseguem dormir? Fico revoltada por ter que haver pessoas assim! Fico fula porque a economia está na merda que está. O país está na merda que está. A sociedade está na merda que está, à conta de pessoas assim! Sem escrúpulos, manipuladores e mentirosas!!!

Mas porque raios temos que aturar pessoas ASSIM? Trabalhar com pessoas assim? Conviver com pessoas assim?! Eliminem-nos a todos! São parasitas, pragas !!

Esses é que deviam ser extintos de uma vez por todas!!! Deixem os animaizinhos em paz e dêem-me cabo dos verdadeiros Animais!   Porra…. Acordem!

23
Abr15

Dor

Terminatora

Há muitos tipos de dores. Do coração, da cabeça, do corpo, do pensamento. Há muitos tipos de dor. A que custa mais suportar é a nossa dor. Embora compreendamos que exista piores dores, piores sofrimentos que o nosso. A nossa dor é sempre grande e dificil de suportar. Porque sofremos nós? Porque sentimos tanto assim? Porque pensamos assim? Há coisas díficeis de explicar e compreender.

Porque gostamos nós de ficar a remoer, revolver em sentimentos negativos e tristes? Ao ponto de que nem estamos felizes ao lado de quem mais nos apoia e acarinha.

Ficamos tão submersos nesses sentimentos e nesses pensamentos atrozes, como se gostassemos de sofrer! É algo que eu ainda não compreendi. E nem sei porque gosto tanto de estar imersa e me afogar em mágoas assim. Na verdade não gosto, mas não consigo evitar lá voltar, sempre que estou só, sempre que estou triste, sempre que me põem triste.

Queria evitar ficar triste. Queria evitar, Pensar!

23
Abr15

Impotência

Terminatora

Que impotência, que impotência sinto ao ver injustiças serem praticadas, sem nada poder fazer para as cessar! Que impotência!

Que impotência sinto, ver que minhas palavras são jogadas ao chão como lixo!

Que frustração! Ai que frustração tão grande sentir que me fazem passar por parva, pensam eles! !

Que irritação! Saber que vão na direcção errada, tendo eu alertado para o caminho melhor, ainda que, possa não ser O melhor! Mas porque me importo eu com quem ignorante quer ser? Porque me importo eu com quem prefere ilusão? Porque me importo???

Canso-me. Somente me canso levndo o peso de saber, que podia ver o seu sofrimento aliviado, não fosse a tremenda resistência à mudança. Não fosse a teimosia do “pensar que tudo sabe”! de que vale? De que vale pensarmos que sabemos tudo, quando nada é certo, nada é garantido, nada é como é!

E porque me canso eu? Porque me preocupo eu? Com pessoas que julgam ter todo o saber e conhecimento, presunção e sabedoria e filosofia e psicologia como ninguém?! E que tenho eu?

Senão fantasmas de conhecimento. Fantasmas de memórias incertas e desrreguladas. Só tenho a preocupação! Só tenho esta voz que grita aos meus ouvidos ; porquê? porquê é que tu és idiota? E insistes em algo que perdido está? Desiste! Ó pá! Desiste!

Mas eu não quero! Eu quero protegê-los, quero ajudá-los! Se eu não o fizer, quem fará? Quem se preocupará? E se eles se perderem? Quem lhes mostrará o caminho? Onde estarei eu, se precisarem de um guia….

Acorda! Não precisam de ti! São donos do conhecimento supremo e acima de todas as coisas, já te esqueceste?? Idiota!

Que frustração….que impotência…não verão eles, o que eu vejo? Não escutarão eles o que eu ouço? Porquê?

Que irritação….!

Mais sobre mim

foto do autor

Extermínios antigos

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Mensagens

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub