Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Extermínio de Pensamentos

"Happiness only real when shared"-Christopher McCandless

Extermínio de Pensamentos

"Happiness only real when shared"-Christopher McCandless

01
Out17

Cegueira

Terminatora

É impressionante. 

Fico cada vez mais pasma com a cegueira de alma das pessoas. É uma cegueira pior que aquele que não consegue ver o mundo à sua volta. Porque ter habilidade de ver, apreciar e viver tudo aquilo que se passa à sua volta e simplesmente ser um egoísta, é tão, sei lá... Triste. Digo egoísta porque vive para si. Só pensa em si, no seu bem estar. Está uma pessoa a cair? Bah.. eu estou bem, que estou firme. Está alguém a precisar que estendam a mão? Bah... quero lá saber, estender a minha mão de volta exige muito esforço deste meu corpo trôpego! 

Enquanto uns se importam de menos, outros se importam de mais. Enquanto uns enxergam, outros são completamente cegos! A maior desilusão de todas, é que este mundo está infestado de gente cega! 

 

27
Set17

Divagar

Terminatora

Engraçado que passam-se os anos e há coisas que realmente não se consegue mudar. Além de não se conseguir mudar, continuamos naquela insistência, na esperança que um dia nos possa também esse darmo-nos, ser retribuído. 

Mas acredito que, darmo-nos assim sem esperar em troca o mesmo, acaba por nos trazer situações, pessoas, momentos, desejos realizados nalguma altura da nossa vida, quando menos esperamos.  

Por isso, mesmo que eu insistentemente, me dedique de corpo e alma a algo e dali não tenha fruto que não seja a minha satisfação pessoal, persistirei. Não desistirei, embora o caminho por vezes seja penoso e cansativo demais. 

Sim, quero desistir muitas vezes. Quero largar tudo, ficar só com as minhas frustrações, desilusões e choro. Quero me isolar ou ser invisível. Mas que interesse teria isso? O que faria eu sozinha e isolada? Sim, poderia me dedicar a ler muito, ouvir música sem ter alguém a pedir para silenciá-la. Gritaria, cantaria, dançaria enfim, estaria "livre"? 

O sentido de liberdade parece um conceito inalcansável estes dias. Parece que tudo nos sustém, tudo nos limita. Vivemos na ilusão de que não somos livres. E não passa de ilusão, o dizer que não tenho tempo, não posso. Pois a vida não espera meus caros. Isto sou eu a tentar me convencer, que não digo estas coisas.

Mas aconselho sim...a se dedicar de corpo e alma, a fazer tudo aquilo que nos preenche. Não olhar a quem ou por quem se faz determinadas coisas. O estar em paz connosco, não tem preço, mesmo que isso nos limite e por instantes não possamos ser livres, para deixar tudo e voar. É só por instantes... 

14
Mar17

Paciência

Terminatora

Não posso dizer que eu seja o melhor exemplo de paciência. Aliada à paciência está a calma. Uma pessoa que não é paciente geralmente não é calma. 

Ora, durante uns bons anos fui chamada à atenção várias vezes, por não ser calma, por não ter paciência. Tive de encontrar estratégias para modificar o meu comportamento. Comportamento não, mas a minha reacção perante a imbecilidade dos outros! Lá melhorei significativamente esse aspecto, vulgo defeito. 

Qual não é o meu espanto, que agora testemunho, um dos meus "mestres" da paciência e calmaria, a fazer tudo aquilo que reprovou em mim. Ora é como bem costumo dizer, aconselhar quando não temos problemas ou razões para reagir de certas e determinadas formas, é muito fácil! Agora pô-las em prática, quando as coisas se apertam.... isso é que é difícil. 

E lá está... como esse ser é superior a ti, não podes julgá-lo, criticá-lo ou opinar sobre. Senão virão o Carmo e aTrindade em cima. Ou seja, és da classe inferior, fazes o que digo, e submetes-te a mim. Eu sendo superior, posso fazer o quero! 

 

Mas só até eu deixar :)

 

24
Fev17

Como pode?

Terminatora

Talvez nunca me tenha apaixonado perdidamente. Talvez nunca tenha visto de como se veste o Amor. Aquele amor que outros nos trazem (supostamente). 

Mas será que é o amor que nos prende a alguém que nos maltrata? Será amor, ou será o comodismo? A vergonha de passar por um divórcio? A vontade de não querer sair da zona de conforto e mudar o que está mal? Não querer ser acusado e apontado, enxovalhado publicamente? 

 

Gostava realmente de perceber. 

29
Nov16

Self-vídeos?...

Terminatora

Acabei de dar de caras com um vídeo da Sofia Arruda, sobre ir viver com o namorado e seus dramas. Aliás, ia começar a ver, só por curiosidade. Nem passei dos três minutos e tem oito e qualquer coisa! Durante esse tempo, metade serviu para endireitar o cabelo, ver qual o melhor ângulo para a câmara, fazer olhinhos, beicinho...

 

Não entendi nada... 

13
Jan16

Meio perdida

Terminatora

       Não digo que seja uma pessoa impaciente. Mas não sou também um exemplo de paciência. Devo ser meio termo, sabendo ponderar onde ter mais paciência. Uma vez defini uma escala de percentagens, onde eu tinha mais paciência com crianças, por exemplo e menos, muito menos para mulheres e homens. Havia outras pelo meio que não me recordo, mas que suscitou críticas e gozo por parte de conhecidos meus.

 

       É sabido que, como já há muitos anos ouço, e até cumpro o máximo que posso, da porta do trabalho para dentro, os problemas pessoais ficam fora. E em casa, problemas de trabalho ficam na rua.

     Conheço pessoas que não os conseguem separar. Devo até dizer, que passam 70% do seu tempo no trabalho, falando desses ditos problemas. O que retira por vezes rendimento, reconheço. Não tenho esse hábito. Nunca tive. Minha vida pessoal é privada, posso é, em alguns momentos concordar ou discordar de alguma coisa, tendo por exemplo alguma situação pessoal relativa, passiva de segredo ou privacidade.

     A minha paciência gere-se tendo por base a quantidade de problemas, sejam pessoais ou de trabalho, no dia-a-dia. Há dias em que estou mais serena, tranquila e bem mais paciente!

    Aprendi que, deixar-se corromper com assuntos, que não se consegue resolver, é inútil. Há coisas que simplesmente nos transcendem. E das duas uma, ou aceitamos e seguimos com a nossa vida, ou ficamos preso a esses momentos e corroemo-nos até à exaustão!

 

     E eu estou cansada, de conter todo o meu dilema pessoal, todos os dias a toda a hora. Ter que aturar o mau humor de outras pessoas no local de trabalho, e desculpá-los constantemente por nos serem extremamente rudes e mal educados. Ter que compreender obrigatoriamente que nos são superiores e por isso temos que nos sujeitar ao seu mau humor, conter aquilo que queríamos responder, para nós, e simplesmente sorrir ou encolher os ombros. Fazer carinha de parvinhos, como se aquilo não mexesse connosco!

    E esta semana explodi. Explodi porque não têm respeito. E estou farta da falta de respeito. De civismo e empatia. Farta da falta de formação e educação que têm!

    Explodi e não sei quais serão as consequências...mas dei por mim a estar fora de mim! E muito provavelmente no momento pediria imediatamente, sem pestanejar, a demissão.

    Não sei porque o carácter ou a falta dele nos outros, mexe tanto comigo. Mas mexe. Eu contenho-me o mais que posso... mas esta semana não consegui.

Amanhã veremos.. o que resultou, de toda a barafustação, e indignação incompreendida que transpareci.

tumblr_mxbk88DjbQ1rk85zfo1_1280.jpg

 

 

 

29
Nov15

Retorno

Terminatora

Bom... há quanto tempo não cá venho, não leio nem escrevo.

Estes últimos meses têm sido, além de atarefados, cansativos.

       De momento nem sei sobre o que escrever... Houve momentos em que desejei ter o computador à mão, ou um papel e uma caneta,para despejar toda a raiva ou desespero que sentia! Só que depois, acalmava-me e passava-me essa vontade... muito estranho.

 

     Estive semanas sem sair, em que a rotina seria só trabalho, casa, trabalho. E é-me muito difícil falar daquilo que realmente me atormenta com qualquer pessoa...aliás, nem pode ser com qualquer pessoa!! Porque, eu até confio cada vez menos nas pessoas que me rodeiam.

Vejo inveja em todo o lado. Manipulação sempre que me volto. Desprezo e calculismo atrás de mim. Frieza e maldade à minha volta...no fundo, só querem saber se és uma máquina ou não..

     É...!! Qualquer dia temos que nos fazer de máquina, estou eu a ver! Frio e sem sentimentos ou reacção! Não se pode mostrar aquilo que realmente se sente! Não se pode dizer as verdades às pessoas, porque são mais antigas que tu! Têm mais sabedoria, mais experiência, são as que mandam, ou tu aturas elas, ou então calas-te e comes aquilo que dizem. Porque não se lhes pode fazer nenhuma observação!!! Não se lhes pode dizer uma opinião, ou se nos tratam mal, responder no mesmo tom! Não podes, porque não tens esse direito, porque os mais velhos é que sabem, e somente eles podem te tratar abaixo de cão, e tu escravo comes e calas!!!!

    Aaaarrrgghhhhh! São uns bestas imaturos! 50 anos? Sabem muito da vida? São os expert no trabalho que fazem? Ahahahah Deixem-me rir.... com atitudes tão infantins, que só me faz pensar que, por vezes estou num infantário (Não faço porque ele também não faz, ou Não lhe dou porque fui eu que fiz (embora tenha, para dar e vender)....) alguns pequeníssimos exemplos, porque há deles muito mais específicos, mas que a explicação para os quais levaria mais outro post.

     Que nervos esta gentalha me dá. É por isso que o país está tão doente. Infectado com esta corja nojenta de efectivos que julgam que não têm que fazer nada, não têm que colaborar nada, que não têm que trabalhar em equipa, que são os donos daquela merda toda!

    Os mais novos?! Esses que façam tudo o que eles querem, estão ali para isso... Os velhos, estão aqui para passear... Então se assim é...reformem-se!! Há muita gente nova que quer trabalhar... mas com equipas maduras...de verdade. Não com pessoas com 50 e tais...com comportamentos de criança!!!

 

 

Dizia eu no início que nem sabia do que falar....

 

01
Set15

Escolhas... ou não!

Terminatora

 

david-reimer-0061.jpg

 David Reimer http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=4753371&page=-1

 

Não conhecia este caso. Ou se já tinha ouvido falar, não me recordo de momento. É daqueles casos em que dá que pensar. Pensar o quão ignorante, infuenciável e idiota o ser humano consegue ser!

Tudo bem!.. Há muitos anos pensava-se que homossexualidade fosse doença! E claro que apareciam uns "ditos" entendidos no assunto, com teorias que não lembra a ninguém. 

O que me incomoda de momento, é que sempre defendi, sem que me tivessem vindo explicar, que os homossexuais já nascem homossexuais e não é por A, B ou C dizer que ele/a é homossexual ou hetero que a pessoa vai mudar. Não é por a sociedade impingir-nos uma educação contrária à nossa orientação sexual que mudamos. Não acredito nisto.

E choca-me, saber o que este rapaz da notícia, acima teve que passar. Não consigo imaginar o sofrimento pelo qual passou. As dúvidas, o sentimento de culpa, de inferioridade...não consigo imaginar.

As pessoas têm que entender de uma vez por todas, os homossexuais não escolhem gostar do mesmo género e acabou!! É normal! E só temos que aceitar, apoiar, pois eles precisam de ser felizes como são! 

Estamos no século XXI e por vezes ainda ouço comentários desagradáveis por parte de pessoas ignorantes. Eu tenho dois amigos homossexuais e são dos amigos mais divertidos e queridos que tenho. Um deles, passei a minha infâcia tentando protegê-lo contra quem gozava com ele. As pessoas gozavam com o facto de ter "tiques de maricas", riam-se, batiam-lhe... enfim. Passou por um mau bocado. Mas hoje em dia, já assumido, tenta ser feliz e deixar essas memórias no passado.

A minha irmã mais nova, tem um amigo na turma de 3º ano, que, gosta de bonecas, gosta de lhes fazer vestidos e tem uma coleção de barbies, casas, e afins. Um dia perguntou-me se não era esquisito ele gostar de bonecas e ter bonecas, que ele as vezes parecia uma menina. Eu perguntei-lhe se ela gostava dele, ela respondeu que sim. Então disse que, ela que não se importasse com o resto, porque era normal. É normal haver, as vezes meninos que gostam de bonecas, que gostam das brincadeiras de meninas, eles não têm culpa de ser diferentes. Eles não escolhem ser diferentes, mas que são muitas vezes, pessoas muito queridas e amigas. Ela percebeu o que eu quis dizer, nunca a ouvi julgá-lo, maltratá-lo ou gozar com ele. Dão-se super bem, ele vem cá muitas vezes, é um amor. E ela vai se encontrar com ele muitas vezes.

Se as crianças conseguem compreender, aceitar e não julgar...porque queremos nós mudar os outros em nosso redor?

Nunca faria uma coisa destas a um filho/a. Cada qual é como é, só temos que os orientar pelo melhor caminho, dar-lhes apoio e compreensão.

Espero que um dia, a sociedade seja mais unida neste sentido, e até nas escolas se educasse para casos destes. Muitas vezes, os professores vêem que há meninos a passar por maus bocados, mas nada fazem.

Tenho esperança que um dia, deixe de haver descriminação por sermos diferentes!   

 

12
Ago15

A todo o vapor

Terminatora

Julgo que não sou desta família. Devo ter sido trocada no berçário. Será que é bom, ignorar o desabamento de uma vida inteira? Será que ter a cabeça vazia de pensamentos e reflexões é bom? Será que não reflectir nas nossas atitudes diárias, é bom? Será que a mente estará mais leve? Haverá espaço na mente para outras coisas?

Como será ter uma mente repleta de ignorância? Gostava de saber..se bem que me considero ignorante, só que tenho os pensamentos sempre a milhas...a trabalhar a todo o vapor! Não me dá descanso esta cabeça...

Por vezes trabalham tanto, que balbucio parvoeiras sem me aperceber. Que nervos...

06
Mai15

Os outros

Terminatora

Lembro-me ainda, do primeiro dia de trabalho. Lembro-me do primeiro ano de trabalho e os seguintes. Quão ingénua eu era! E quão malcriadas as pessoas eram! Fiquei em choque inicialmente! 

Julgo que não se pode pedir muito, de quem nunca foi habituado a respeitar outros. De quem nunca parou para pensar, nas consequências dos seus actos. De quem é egoísta e calculista. Manipulador!

 

Acontece que, a ingenuidade perdeu-se quase toda. Perdeu-se a minha crença, de que as pessoas não fazem mal umas às outras. Em trabalho, todos trabalham em equipa! Todos remam para o mesmo sentido! (Só se for em sonhos!!) Tornei-me outra pessoa. Tive que aprender a dizer umas piadas para não ser a carrancuda, ou besta.

Lá tive que aprender a desconversar à moda de "vilhão"! Mas nem assim agradava. Nem trabalhando árduamente, nem me sujeitando a tudo o que pediam, se valorizaram.

Calava-me a tudo.

 

Mas isso acabou. Não tenho culpa de serem iletrados, idiotas e palermas! Se não sabem falar com as pessoas, voltem à escola! Escória nojenta com que este país está cheio! Ainda culpam os salários, os políticos, as despesas por todos os males existentes? Olhem só como vocês se comportam! Tenham vergonha!

Nunca fizerm o bem ao colega, sem algo para se beneficiar em vista! Vingativos como são, nunca hão-de evoluir! Mete-me nojo gente assim. E repugna-me, furiosamente, ter que encarar pessoas assim!! Manipuladoras e calculistas.   

Cansei-me de ser a boazinha, faz tudo para agradar sem reclamar. Faz os favores todos para que ninguém se chateie. Acabou!

Acabou e não tenho a mínima paciência para lidar com gente infantil! Os únicos ensinamentos que tirei de adultos com os quais trabalhei, foi o que NÃO fazer! Porque nunca me ensinaram nada de jeito! 

Acham mesmo que prejudicando os outros é que se dão bem? Acham mesmo que são felizes fazendo o mal a toda a hora? Não são!

Pois tanto que não são, que têm que se vingar em alguém. Têm que descarregar a fúria de terem uma vida inútil e insignificante em cima dos colegas. 

A minha fúria chega a ser tanta, que se tivesse um saco de boxe, julgo que não duraria uma semana! 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Extermínios antigos

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Mensagens

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub